sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Análise do Poema Marabá de Gonçalves Dias

No poema Marabá de Gonçalves Dias, é possível perceber a presença marcante do Romantismo. Essa presença é logo apresentada no tema geral do poema: "amor-melancolia; amor-desespero; amor-desilusão". É em torno do embate entre Marabá e os guerreiros que se dá esse amor desiludido.
Outra caracteristica se apresenta na construção das personagem Marabá (índia mestiça) em oposição a índia verdadeiramente brasileira. Ora, é sabedor que o índio constitui elemento singular em nossa literatura romântica. Seus traços brasileiros ganharam tanta conotação que embora Marabá seja, apesar de mestiça, bonita, ainda sim é rejeitada pois não se enquadra na descrição do indigena transplantado para a nossa literatura.
outros elementos também merecem um olhar diferenciado: linguagem poética carregada de metáforas que exaltam o elemento paisagístico (brisa, beija-flor), paralelismo, jogo de palavras, presença de duas vozes (Marabá e o guerreiro) intercalando as ações: ora Marabá ressalta a sua própria beleza, ora é o guerreiro que ressalta a beleza indigena por ele preferida. E nesse vai e vem de exposição do belo, Marabá se dá conta que a sua beleza é desprestigiada naquele meio social. Um exemplo de lirismo em que a figura do elemento indigena adquire a conotação de elemento principal do nosso período romântico.

8 comentários:

  1. Obrigado, ajudou muito !

    ResponderExcluir
  2. o poema e realmente muito lindo...
    parabéns belo analise ...

    ResponderExcluir
  3. sou formada em Letras
    adoro ler este poema é realmente maravilhosa
    parabéns pela análise

    ResponderExcluir
  4. muito lindo, emocionante
    toda vez que leio eu choro
    parabens pela analise! :')

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Realmente esse poema é lindo. E o seu comentário só nos engrandece.

      Excluir
  5. vlw ajudou bastante

    ResponderExcluir

Gostou? Deixe sua opinião